Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CORTE LIMPO



Quarta-feira, 04.12.13

Sporting 4 - Paços de Ferreira 0 - Em piloto automático

 

Desta vez a minha habitual crónica chega com um pequeno atraso. Geralmente costumo escreve-la ainda no próprio dia do jogo, "a quente" mas desta vez não foi possível. Primeiro porque estive em Alvalade no domingo, e depois porque o Sapo não me deixou fazer login durante o dia de ontem... mas resolvidos os problemas, é tempo de voltar ao jogo. 

Nas crónicas anteriores muito tenho falado nas mudanças ao nível do futebol, mas no domingo pude aperceber-me de outras mudanças (na minha opinião, para melhor) que ocorreram. No tempo que esperei ao frio, antes do começo do jogo, gostei de ver a aproximação ao sócio que neste momento ocorre: vários passatempos no relvado, prémios & um mestre de cerimónias muito competente. A iniciativa do 12º jogador, em que o vencedor tem a hipótese de aparecer na foto da equipa tirada antes do começo do jogo, é simplesmente excelente. 
Quanto ao jogo, felizmente não há uma grande história para contar. O Paços de Ferreira vinha a Alvalade jogar no erro do adversário, mas cedo sofreu o golo que fez desabar a estratégia. Sem exercer um domínio avassalador ou criar muitas oportunidades, o Sporting foi dominando os acontecimentos e foi com naturalidade que dilatou o resultado na segunda parte. Creio que os momentos de maior emoção ofensiva ocorreram nos últimos 10 minutos, após a entrada de Wilson Eduardo e Slimani (este último em estado de graça entre os adeptos), desejosos de mostrar serviço. Como tenho dito, este foi um jogo muito mais à medida de André Martins, permitindo-lhe ser muito mais influente no jogo da equipa.

 

Destaco Montero (mais dois golos), William Carvalho (um verdadeiro pilar nesta equipa), Adrien (importante até por sair por lesão), Cédric (a responder muito bem à ameaça de Piris), André Martins (finalmente em destaque) & Capel (muita raça e responsável pela maior parte dos ataques da equipa).

 

Como sempre, Carrillo esteve no melhor e no pior. Vai ser um caminho bastante longo até se tornar num jogador verdadeiramente fiável... infelizmente noto que as bancadas já não têm grande paciência. Uma nota final para a entrada de Gérson Magrão, na minha opinião, um bom jogador, com algo para dar à equipa, mas que em condições normais não terá grandes oportunidades para jogar. 
De forma surpreendente, à 11ª jornada, o Sporting vê-se na frente do campeonato, empatado com o Benfica. É um prémio justo para a consistência desta equipa, que tem jogado um futebol positivo, ofensivo, ganhando e convencendo. A diferença para os rivais é óbvia (como se viu nos confrontos directos), mas a forma séria como tem encarado todos os jogos tem sido o verdadeiro factor X. Segue-se o Gil Vicente, uma equipa bem organizada que tem vindo a fazer um campeonato tranquilo. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Kirovski às 10:00



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031