Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CORTE LIMPO



Quinta-feira, 15.12.16

Liga NOS, 15.ª jornada (jogo antecipado) – FC Porto 2-1 CS Marítimo – Desacerto de calendário

Já eliminados da Taça de Portugal, FC Porto e Marítimo optaram por antecipar a partida da 15.ª jornada, que por defeito devia realizar-se a 21 de Dezembro. A avaliar pelo estado do tempo, que se agravou nas horas que antecederam o pontapé de saída, talvez tivesse sido melhor jogar na data prevista, já que as equipas surgiram aparentemente entorpecidas pela chuva, que em certos momentos caiu forte. Mesmo com um resultado final apertado, foi o FC Porto quem teve o controlo das operações praticamente de início a fim, não precisando vestir o fato de gala para somar três pontos que lhe permitem fazer pressão ao líder nos escassos dias até que o calendário acerte.

A magia do futebol, essa, desta vez manifestou-se apenas nos golos, já que o jogo em si foi, então, pachorrento. O FC Porto podia ter-se adiantado logo ao minuto 9, mas o cabeceamento decidido de Felipe na cobrança de um canto errou o alvo. Os azuis-e-brancos teriam que esperar até aos segundos antes do descanso para celebrar, altura em que Brahimi recebeu a bola na esquerda da área e avançou até perder o ângulo. Perdão, até colocar a bola entre o poste e o guarda-redes, com esta a beijar a rede lateral do lado contrário. O argelino passou de goleador a assistente (67’), quando solicitou André Silva com um passe a rasgar; o avançado finalizou bem para o 2-0.

O Marítimo não se atreveu muito no ataque, mesmo depois de estar em desvantagem, mas foi ainda assim premiado com um golo. Djoussé ganhou a bola já no meio-campo contrário, avançou, embrulhou-se e caiu com Alex Telles, levantou-se de pronto, tirando um adversário do caminho com o mesmo movimento, e desferiu um forte remate para um belo golo, que quebrou a sequência portista de 745 minutos sem sofrer. O técnico Nuno Espírito Santo resumiu o momento da melhor forma na zona de entrevistas rápidas: “algum dia o golo [sofrido] ia aparecer, e a ser, que seja assim”. Foi, de facto, um belo golo.

Com o calendário desacertado, dragões e leões do Funchal poderão ir mais cedo para as mini-férias de Natal, assim que realizem os seus encontros da 14.ª jornada. É conveniente, pois logo a seguir à data festiva ambos jogam para a Taça da Liga.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 23:15




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Dezembro 2016

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031