Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CORTE LIMPO



Domingo, 01.03.15

Liga NOS, 23.ª jornada – FC Porto 3-0 Sporting CP – Três fotocópias, por favor

O FC Porto derrotou o Sporting utilizando uma fotocopiadora. Quem não tenha visto o jogo terá que ter muita atenção no visionamento de qualquer resumo, pois os golos da noite são muito semelhantes entre si.

Três desmarcações de Cristián Tello no momento certo permitiram ao extremo espanhol aparecer sozinho frente a Rui Patrício. Tantas vezes com o complicador ligado quando surge em frente às balizas, desta vez Tello foi exímio, e nas três ocasiões bateu o internacional português. Jackson Martínez fez o passe para dois golos, o primeiro dos quais com um golpe acrobático de costas para o ataque; no terceiro foi Herrera a assistir, naquele que foi o seu melhor momento de uma noite em que esteve manifestamente apagado.

No pólo oposto esteve Evandro, a surpresa entre os titulares do FC Porto. O médio fez uma exibição muito agradável, compensando da melhor maneira não só o referido apagamento de Herrera, mas também o de Brahimi, que passou ao lado do jogo.

Olhando ao cômputo geral do encontro, a imagem do Sporting sai muito beliscada, visto que os leões não conseguiram criar qualquer ocasião de golo. Nos primeiros vinte minutos até foi o Sporting a mostrar-se mais paciente na construção de jogo, segurando e circulando melhor a bola em busca de espaços para atacar, enquanto o FC Porto parecia mais precipitado na tentativa de encontrar o último terço do terreno, o que lhe custou a acumulação de passes errados na saída de bola.

No entanto, a partir dos 25 minutos o FC Porto corrigiu esse aspecto e começou a fazer a balança do jogo pender sobre a área sportinguista. O golo apareceria aos 31 minutos e a face do jogo mudou irremediavelmente. Ficaria mesmo a sensação de que só o FC Porto regressou dos balneários para a segunda parte, altura em que coleccionou lances junto à área adversária, ainda que muitos deles sem perigo, e acabou por ampliar o marcador, que poderia ser mais elevado, não fosse um cabeceamento de Marcano acertar na trave.

O resultado final espelha a prestação global do FC Porto, que atravessa a melhor fase da temporada até agora, completando aqui uma sequência de cinco triunfos sem sofrer qualquer golo. Foi a primeira vitória dos dragões em clássicos esta época e Tello tornou-se no primeiro jogador neste século a apontar um hat-trick em clássicos a contar para o campeonato.

A perseguição ao líder prossegue nos capítulos seguintes. Já o Sporting fica a 12 pontos do topo. Certamente não atirará a toalha ao chão, mas fica a precisar ainda mais de um cataclismo sem precedentes para quebrar um jejum que vai longo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 23:15


Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Março 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031