Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CORTE LIMPO



Domingo, 07.06.15

Vitória FC 2014/15 – 14.º lugar – 7v, 8e, 19d, 24gm-56gs, 29pts

É o pão nosso de cada época nas margens do Sado. Futebol pobre, dependente de rasgos individuais, resultados fracos e as consequentes aflições da linha de água sempre presentes. O Vitória só ocupou lugares da primeira metade da classificação nas jornadas 2 e 3, e viveu séries sem vencer de quatro, seis e sete jogos. Apesar dos sobressaltos, os sadinos só estiveram abaixo da linha de água por uma vez, logo à primeira jornada.

Mas foi mais uma vez de coração nas mãos que se viveu a temporada. A Taça da Liga trouxe alguma luz, com o Setúbal a atingir as meias-finais, onde não seria capaz de travar o Benfica em casa deste. Na Taça de Portugal, o afastamento pelo secundário Oriental na 4.ª eliminatória em nada ajudou à causa do treinador Domingos Paciência. Quatro vitórias e dois empates na primeira volta da Liga era um registo tão parco quanto esclarecedor, e Domingos cedeu o comando a Bruno Ribeiro.

Homem da casa, é o mais recente membro da dinastia de bombeiros setubalense, que inclui Carlos Cardoso, Hélio Sousa e, fugazmente, Quim. Funcionando como candeia do plantel, Ribeiro não fez um registo muito diferente do seu antecessor (três vitórias e seis empates), mas a verdade é que foi o suficiente para que o Vitória celebrasse a manutenção na penúltima jornada, com um triunfo sobre o Arouca (2-1).

Um alívio para o Vitória. Mas mais uma vez ficou claro que faltam referências em campo que dêem outra cor ao futebol exibido. Fica a sensação de que a despromoção é um desastre à espera de acontecer no Bonfim.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 15:10




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930