Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CORTE LIMPO



Terça-feira, 14.01.14

SL Benfica 2-0 FC Porto - Mística encarnada mais forte

Foto do dia

O FC Porto perdeu o segundo jogo que os portistas mais abominam perder. Mais doloroso, só mesmo se for em casa. Nesta visita à Luz a exibição do FC Porto simplesmente não esteve à altura. Multiplicaram-se as desatenções e os passes sem nexo, numa prestação colectiva que pouco ou nada teve de positivo.

A frente de ataque portista, fruto desses passes falhados, dispôs de poucas bolas que lhe permitissem criar perigo. Perto do final da primeira parte Jackson apareceu cara-a-cara com Oblak, mas a mancha do guardião encarnado impediu o colombiano de fazer melhor que um desvio um pouco ao lado do poste.

Teria havido mais um – apenas um – lance claro de perigo para o lado portista, não fosse a decisão do árbitro em interromper a jogada para admoestar um jogador do Benfica, quando Jackson já seguia isolado para a baliza. O momento tornar-se-ia decisivo para todo o encontro, uma vez que Danilo, por protestos, viu o primeiro de dois cartões amarelos. O segundo ser-lhe-ia exibido por simulação na área benfiquista, num lance que deixou dúvidas.

De resto, o juiz Artur Soares Dias teve uma tarde quiçá tão infeliz como a do FC Porto, acumulando várias decisões que dificilmente gerarão consenso entre quem tem que analisar e comentar o jogo. Além desses lances de Jackson e Danilo, o FC Porto queixou-se de outra grande penalidade não assinalada, e o Benfica de um lance em que Mangala corta a bola com a mão, igualmente dentro da área.

Do canto resultante desse corte surgiu o 2-0, que acabou por apagar a influência que o lance teria tido no desfecho do jogo.

Motivados pela oportunidade de fechar bem uma semana marcada pelo falecimento de Eusébio, os jogadores do Benfica realizaram um jogo de qualidade, reduzindo ao mínimo o espaço de manobra do FC Porto, que não conseguiu encontrar antídoto para a pressão alta dos donos da casa.

O jogo marcou ainda o regresso de Ricardo Quaresma aos dragões. Apesar da vontade, o extremo não conseguiu mexer com o jogo como talvez os portistas sonhassem – ele que havia dado a vitória na Luz em 2007/08.

A vitória do Benfica obriga o FC Porto a apagar o quadro e reescrever a equação para a segunda metade da época. Os azuis-e-brancos estão agora em terceiro lugar, três pontos atrás do adversário de hoje, e um atrás do Sporting. A meio da semana há jogo para a Taça da Liga, para limpar as ideias, antes da visita do Setúbal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 09:42



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2014

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031