Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CORTE LIMPO

Todas as fotografias neste blog encontram-se algures em desporto.sapo.pt, salvo indicação em contrário



Quinta-feira, 26.06.14

Mundial 2014 - Jogos de 25 Junho

sapodesporto

GRUPO F – Estádio Beira-Rio, Porto Alegre

NIGÉRIA            2 (Musa 4’, 47’)

ARGENTINA       3 (Messi 3’, 45’+1’, Rojo 50’)

Foi o reencontro de velhos conhecidos. Há quatro anos Messi pôs Enyeama à prova, e o guardião nigeriano levou sempre a melhor. Desta vez foi o argentino quem saiu a sorrir, graças a dois golos que deram duas vantagens à albiceleste.

Num jogo em que os inícios de cada parte foram frenéticos, a Nigéria por duas vezes igualou o marcador, mas não foi capaz de ripostar depois do golo de Rojo. Os nigerianos precisavam de um empate, mas face ao resultado da outra partida, a derrota não causou males maiores, e no final de um jogo que proporcionou bom entretenimento, ambas as equipas seguem para os oitavos-de-final.

 

GRUPO F – Arena Fonte Nova, Salvador

BÓSNIA-H.         3 (Džeko 23’, Pjanić 59’, Vršajević 83’)

IRÃO                   1 (Ghoochannejad 82’)

A já eliminada Bósnia não entrou em favores, e derrotou o Irão, despedindo-se do Brasil com a sua primeira vitória de sempre em Mundiais.

O Irão precisava de vencer, mas também de uma derrota da Nigéria, que lhe permitisse superar o conjunto africano na diferença de golos. No entanto, uma exibição séria e competente dos bósnios impediu os comandados de Carlos Queiroz de escrever história.

O resultado final é natural, tendo em conta as capacidades das duas equipas. A Bósnia foi superior, teve mais iniciativa e mais fio de jogo, obrigando o Irão a contentar-se apenas com um golo de consolação.

Os iranianos eram a única selecção que ainda estava em branco no que toca a golos marcados.

 

GRUPO E – Arena Amazónia, Manaus

HONDURAS       0

SUÍÇA                3 (Shaqiri 6’, 31’, 71’)

Há quatro anos, neste mesmo dia, um empate a zero com as Honduras custou à Suíça um lugar na fase a eliminar. A história não se repetiu, por obra e graça de Shaqiri, que assinou um hat-trick.

A própria equipa das Honduras ainda acalentava uma ténue esperança de passar, mas precisava de um milagre, através de uma conjugação de resultados pouco plausíveis de acontecer, por muito imprevisível que este Mundial esteja a ser. O milagre passou a sonho impossível ao fim de meia hora e dois golos suíços, que também complicaram a vida ao Equador, que jogava em outro campo mas era parte interessada neste resultado.

As Honduras despedem-se, e a Suíça segue em frente para encontrar a Argentina.

 

GRUPO E – Estádio Maracanã, Rio de Janeiro

EQUADOR          0

FRANÇA             0

Matematicamente a França ainda podia ser eliminada, mas na prática só faltava formalizar a passagem aos oitavos, o que motivou as poupanças que se verificaram no onze dos bleus, a quem o nulo chegou para vencer o grupo.

O Equador até tinha uma diferença de golos mais favorável que a da Suíça, mas como se não bastasse a incapacidade de responder ao ímpeto dos franceses, a expulsão de Antonio Valencia tornou o cenário bastante mais negro para os equatorianos.

Graças ao guarda-redes Domínguez a França não marcou, mas o empate não serviu ao Equador, que assim se tornou na única selecção sul-americana a ficar-se pela fase de grupos.

O próximo obstáculo no caminho da França será a Nigéria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 12:00



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2014

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930