Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CORTE LIMPO



Domingo, 25.08.13

Académica 0 - Sporting 4 - O futebol continua

Ontem o Sporting deslocou-se a Coimbra para rubricar uma exibição consistente que lhe valeu os 3 pontos. Numa fase em que os processos de jogo estão ainda a ganhar rotinas, a equipa respondeu bem, conseguindo por-se em vantagem a meio da primeira parte. Com William Carvalho a impor o seu físico na sua zona de acção e Adrien Silva a disputar todos os lances com intensidade e agressividade, a Académica teve muitas dificuldades em desenvolver o seu jogo ofensivo, desaparecendo do jogo quando ficou reduzida a 10 elementos, já na segunda parte, no lance da grande penalidade que veio a resultar no terceiro golo do Sporting. No lado oposto, municiados pelos homens do meio campo, ambas as alas do Sporting funcionaram em bom nível, levando à construção deste resultado. Foi notória a gestão de esforço da equipa a seguir ao 4º golo, não forçando a obtenção de um resultado mais dilatado, mas depois da questão dos 3 pontos estar assegurada a diferença de golos não era já a variável mais importante. Houve ainda tempo para experimentar Rojo na esquerda, com Dier ao lado de Maurício e ver Slimani em acção por alguns minutos.
 
Destaco Carrillo (um jogador muito evoluído tecnicamente e muito forte nos duelos individuais, como um forte arranque de época que espero que seja para manter), Jefferson (regular a defender, acrescenta profundidade no ataque), William Carvalho (importante no primeiro momento de construção), Adrien Silva (joga e faz jogar) e Wilson Eduardo (detentor de um estilo menos exuberante do que o seu colega Carrillo, tem demonstrado vontade e objectividade). Destaco também o golo de Rojo, que assim consegue ultrapassar o registo de Anderson Polga (!) no campeonato. 
 
Tendo em conta a filosofia jogo-a-jogo que foi apresentada no lançamento desta nova época, os 6 pontos nas duas primeiras jornadas não surpreendem. A equipa continua a crescer e a melhorar alguns aspectos do seu jogo. É certo que os adversário não eram de nomeada, mas na época passada foi contra este tipo de adversários que o desastre se construíu. O adversário seguinte será já um teste duro a esta equipa, exigindo grande intensidade em todos os momentos do jogo e concentração total. 
 
Uma nota final a propósito do caso Bruma. Como há muito já se percebeu, este não é um caso Sporting vs Bruma, mas sim um caso Sporting vs Agentes. E mais uma vez ficou claro que outro qualquer resultado que não seja favorável ao Sporting será sempre uma derrota do futebol em geral. Infelizmente, os parasitas que estão a "gerir" a carreira do promissor Bruma vão tentar perpetuar esta guerra, com grande dano da sua evolução. Não renovando, Bruma ficará um ano a manter a forma sozinho e sem competição, ficando a dúvida se Bruma conseguirá recuperar o tempo perdido, caso não comece a competir com regularidade. Isto é, nada garante que Bruma jogue com regularidade em 2014/2015 caso assine pelo Galatasaray ou qualquer outro emblema. A inflexibilidade do Sporting tinha já garantido uma vitória ao clube, permitindo a renovação tranquila com uma série de jovens da equipa B. A inflexibilidade neste caso continuará a ser uma vitória. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Kirovski às 10:56




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2013

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031