Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CORTE LIMPO

Todas as fotografias neste blog encontram-se algures em desporto.sapo.pt, salvo indicação em contrário



Sábado, 06.06.15

CS Marítimo 2014/15 – 9.º lugar – 12v, 8e, 14d, 46gm-45gs, 44pts

Quem diria que o Marítimo ainda conseguiria terminar a época envolvido na luta pela Liga Europa! Foi uma pequena surpresa, pois os verde-rubros foram menos assertivos que o habitual e acabaram por ocupar os indistintos lugares do meio da tabela durante quase todo o ano.

O início de campeonato foi relativamente bom. À sexta jornada o Marítimo era terceiro classificado, levava quatro vitórias e acabava de bater um Guimarães em alta por claros 4-0. Nada fazia prever que se seguiriam quatro derrotas de enfiada (Paços, Sporting, Moreirense e Setúbal) e uma queda de sete lugares na classificação, que se relevaria irremediável.

Até final da primeira volta os insulares venceram apenas mais dois jogos. Sete pontos nos primeiros seis jogos da segunda volta levaram o técnico madeirense Leonel Pontes a apresentar a demissão, sendo substituído por outro madeirense, Ivo Vieira.

O chicote fez efeito, e seria na recta final da época que o Marítimo reentraria na discussão europeia. Oito jogos sem perder entre as rondas 26 e 33 deixaram-no perto da Liga Europa, mas não foi suficiente. Ter uma última jornada num Estádio da Luz engalanado para a festa do título foi, no mínimo, ingrato.

Foi o fecho do campeonato, mas não da época para o Marítimo, já que restava disputar a final da Taça da Liga, novamente contra o Benfica. Foi já sob o comando de Ivo Vieira que os insulares garantiram o acesso ao jogo decisivo, batendo o FC Porto de reviravolta (2-1), a 2 de Abril.

Era a primeira final dos verde-rubros desde 2001 e o Marítimo deu bastante luta, mesmo perante um Estádio Cidade de Coimbra vestido de vermelho. O Benfica marcou primeiro, mas o Marítimo empataria, por João Diogo (56’), quando já jogava com menos um. Foi por dez minutos que o conjunto madeirense não levou o encontro para as grandes penalidades. O mal-amado Ola John foi carrasco, fazendo o 2-1 final.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 15:30


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930