Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CORTE LIMPO

Todas as fotografias neste blog encontram-se algures em desporto.sapo.pt, salvo indicação em contrário



Segunda-feira, 21.04.14

FC Porto 3-0 Rio Ave FC – De dúvida em dúvida até à certeza final

sapodesporto

Terminaram as dúvidas sobre quem ficará com o terceiro lugar da Liga. Com esta vitória é definitivo que o FC Porto jogará o play-off de acesso à Liga dos Campeões em Agosto próximo.

Os estados de espírito de FC Porto e Rio Ave eram diferentes após a jornada de Taça, mas tal não se transpôs para o evoluir deste jogo. Os homens de Vila do Conde, com a manutenção na mão, estão de olhos postos nas duas finais que têm no horizonte, enquanto o FC Porto inicia agora o lamber de feridas de uma época muito abaixo do habitual.

Apesar dos números do resultado, durou cerca de uma hora a dúvida sobre quantos pontos o FC Porto levaria deste jogo. Se o Rio Ave não pareceu capaz de chegar à vitória, os dragões praticamente não conseguiram ligar o motor, e quando o faziam o futebol era pouco mais que inconsequente.

No rescaldo do jogo é impossível não olhar para Quintero e dizer que foi ele – mesmo sem ter marcado – o responsável pela vitória, por ter participado nas jogadas dos golos, mas foi preciso um empurrão, neste caso do central vila-condense Marcelo, para o FC Porto chegar ao golo, numa grande penalidade forçada q.b., transformada por Jackson, que terá fechado a cadeado o topo da lista de marcadores.

Foi como se o golo limpasse a consciência da equipa, que acabaria por fazer mais dois golos, por Herrera e Danilo, cujo livre pessimamente cobrado ressaltou na barreira e traiu o guarda-redes Ederson.

As dúvidas, essas, permanecem quanto a Quintero, apesar deste jogo. Ainda não foi possível perceber se o colombiano, que partira para a época rotulado de promessa, é sobrevalorizado, ou se o seu esplendor só virá realmente ao de cima com um colectivo melhor à sua volta – uma questão que só o futuro responderá.

Olhando para o passado, não podia haver um maior contraste com o presente. Após a 28.ª jornada de 2012/13 estava tudo por decidir na Liga: título, Champions, Liga Europa e manutenção. Um ano depois, apenas a manutenção continua em aberto.

A próxima jornada reserva um escaldante Arouca-Gil Vicente – quem vencer garante a permanência – e poderá selar a despromoção do Olhanense, que recebe justamente o FC Porto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 23:55


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2014

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930