Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CORTE LIMPO

Todas as fotografias neste blog encontram-se algures em desporto.sapo.pt, salvo indicação em contrário



Domingo, 01.02.15

I Liga, 19.ª jornada – FC Porto 5-0 FC Paços de Ferreira – Faltam palavras

Mais uma jornada, mais uma vitória, a quarta em que o FC Porto atinge a marca dos cinco golos. Começam a faltar palavras para descrever tantos jogos que parecem saídos da mesma linha de montagem. Não quer isto dizer que os portistas estejam prestes a verter lágrimas de alegria pelos resultados mais robustos que a equipa tem conseguido. São antes as similitudes entre este jogo e outras noites de 2014/15 que dificultam a prosa.

Mais uma vez o FC Porto entrou forte, pressionou e ao fim de meia hora finalmente quebrou uma equipa para quem a defensiva adversária ficava longe demais. O autor do golo? Jackson Martínez, pois. O colombiano marcou pelo sexto jogo caseiro em dez possíveis na I Liga. É praticamente um picar de ponto.

Desta vez o FC Porto nem sequer esperou pela segunda parte para fazer crescer o marcador. Ao intervalo já se registava um 3-0 que permitiria aos dragões encararem o resto do jogo em velocidade de cruzeiro. O que não significou que não quisessem mais, como ficou claro logo aos 46 minutos, quando Herrera fez o quarto golo à boca da baliza, após trabalho de Jackson na esquerda. Também Tello, tantas vezes inócuo, aproveitou para mostrar dotes, fechando o resultado na cobrança irrepreensível de um livre directo (83’). Na gaveta.

O momento da noite tinha aparecido muito antes (44’), na forma de uma trivela de Quaresma saída dos livros de história. O golo que o Cigano há muito procurava. Era o seu segundo no jogo, quatro minutos depois de marcar na conversão de um castigo máximo.

O Paços de Ferreira, como se refere acima, mostrou pouco – ou nada – daquilo que exibira na jornada anterior, mas ainda teria um momento que quase dava um grande golo. O tiro de Seri explodiu na trave, fazendo ricochete para fora (48’).

Na próxima jornada o FC Porto entra em campo primeiro. O adversário é o Moreirense e o jogo é de vida ou morte, porque no dia seguinte há um encontro que inevitavelmente terá implicações que concernem directamente ao FC Porto. É o Sporting-Benfica. Porventura não se quereriam defrontar já.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 23:45


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728