Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CORTE LIMPO

Todas as fotografias neste blog encontram-se algures em desporto.sapo.pt, salvo indicação em contrário


Domingo, 09.08.15

FC PORTO - Pré-época 2015

Mediatismo. Esse terrível conceito, que frequentemente exacerba o acessório em detrimento do essencial, foi a nota dominante do defeso portista. Na verdade, era impossível não abafar tudo e mais alguma coisa quando se contrata um dos jogadores mais titulados da história, juntamente com uma peça fundamental do principal rival, que era ao mesmo tempo um dos homens mais criticados pela forma como encara a dimensão física do jogo.

Com oito anos de casa na Luz e sem proposta de renovação até tarde demais, Maxi Pereira deixava meio mundo em alvoroço ao trocar as águias pelos dragões, obrigando os adeptos portistas a engolir o ódio que nutriam pelo lateral uruguaio. A transferência foi muito debatida, mas foi, do ponto de vista desportivo, um golpe certeiro.

Totalmente inesperada foi a contratação do lendário Iker Casillas, guarda-redes de sempre do Real Madrid. Um sismo sentido mundialmente, que levou a comunicação social a focar-se no que menos interessa. Mais do que nas implicações desportivas da mudança, as notícias centraram-se nas opiniões da mulher e dos pais do jogador. Por muito que se possa achar que Casillas perdeu a cabeça, importa lembrar que Raul jogou pelo Schalke 04 e não lhe caíram os parentes na lama – e o Schalke não tem o mesmo prestígio que o FC Porto. Ainda que numa liga menos proeminente que a do seu país, o guarda-redes continuará a lutar por títulos e a disputar a Liga dos Campeões, pelo que a sua aventura no Porto não será assim tão descabida.

Arrumado a um canto ficou então o facto de o FC Porto ter perdido quase toda a equipa titular da época passada, tendo agora que construir uma nova. Tal como se supunha há um ano, o FC Porto acabou mesmo por valorizar jogadores para outros colherem os proveitos. Com efeito, o Real Madrid fez regressar o trinco Casemiro e o Atlético Madrid resgatou o criativo Óliver Torres. As compras dos dois madrilenos não se ficaram por aí, já que os merengues levaram também o lateral Danilo – negócio feito ainda no decorrer de 2014/15 – enquanto os colchoneros recrutaram Jackson Martínez, que deixa a Invicta com uma sacola de golos às costas.

Tendo perdido espaço depois do desastre de Munique, o guarda-redes Fabiano seguiu por empréstimo para o Fenerbahçe. Não seria o único a rumar a Istambul, pois Quaresma está de regresso ao Beşiktaş, onde é idolatrado. Entre os nomes menos utilizados, registam-se as saídas de Campaña (Alcorcón, da II Liga espanhola), Reyes (Real Sociedad, por empréstimo) e do guardião Andrés Fernández (Granada, também cedido).

Foram-se muitos anéis, mas os dedos que se ficaram são suficientes para que a reconstrução não comece propriamente do zero. Helton, Maicon, Marcano, Martins Indi, Alex Sandro, Ruben Neves, Herrera, Tello e Brahimi estão prontos para mais uma batalha, secundados por Ricardo, Evandro e Aboubakar. Uma óptima base de trabalho, complementada na perfeição pelos dois nomes referidos mais acima, mas não só.

O FC Porto bateu o seu recorde de transferência mais cara ao assinar com o francês de origem congolesa Gilbert “Giannelli” Imbula (ex-Marselha) por 20 milhões de euros. Será que o médio vai sentir o peso do seu preço da mesma forma que Adrián López há um ano?

As chegadas de André André (ex-Vitória Guimarães e filho do antigo jogador portista António André), Danilo Pereira (ex-Marítimo) e Sérgio Oliveira (ex-Paços de Ferreira e formado na casa) serviram para matar dois coelhos com uma cajadada só: além de aumentarem o número de portugueses do plantel, são todos médios, e parecem suprir muitas das lacunas que o FC Porto teve nesse sector na última temporada. Outra das contratações, o espanhol Alberto Bueno, traz credenciais (28 golos pelo Rayo Vallecano em duas épocas), mas talvez seja como os melões; só depois de aberto se verá a sua real qualidade.

O defeso azul-e-branco foi mesmo repleto de surpresas. Quem poderia pensar que Varela ainda conheceria uma segunda – ou terceira – vida no FC Porto? A verdade é que o extremo um dia apelidado de Drogba da Caparica está de volta ao cabo de um ano nas brumas do futebol europeu (West Bromwich Albion e Parma), e somou tantos minutos nos jogos de pré-época que até o lugar de Tello está agora em xeque.

A pré-temporada do FC Porto contemplou dois estágios, primeiro em Horst, na Holanda, depois em Marienfeld, na Alemanha, pontuados por seis jogos de preparação, que revelaram algumas carências a nível de golos. Mesmo tendo Aboubakar, será que a solução está no italo-argentino Pablo Osvaldo? Chegado do Boca Juniors, o internacional italiano traz consigo a nada desejável reputação de ter um mau feitio que lhe terá tolhido a carreira. O FC Porto será uma das suas últimas oportunidades de deixar marca.

A derradeira surpresa da pré-temporada foi o regresso de Aly Cissokho, o lateral esquerdo que em 2009 conheceu uma ascensão meteórica, muito a reboque da célebre exibição colectiva do FC Porto nos 2-2 de Manchester na Liga dos Campeões.

Nas entrelinhas acabaram por ficar o empréstimo de Gonçalo Paciência à Académica e as saídas definitivas de Carlos Eduardo, Kléber e Sinan Bolat, nomes que já não faziam parte da equipa. Por definir está a situação da eterna promessa Quintero, enquanto Hernâni, que chegou a estar em negociações com o Olympiakos, deverá ficar, de resto tal como José Ángel. O guarda-redes mexicano Raul Gudiño e o central chileno Igor Lichnovsky ascendem da equipa B, e o ponta-de-lança André Silva surge no plantel principal na senda de Ruben Neves.

A pré-temporada culminou ontem com a apresentação aos sócios, num empate a zero com o Nápoles. Adrián López não foi apresentado, pelo que deverá sair nos próximos dias. Começa aqui a contagem decrescente para o futebol a doer e já há problemas para resolver, pois Brahimi e Cissokho saíram do jogo tocados. Por ter um plantel mais e melhor apetrechado que na época passada a solução não deverá ser difícil. Que comece a acção!

ACTUALIZAÇÃO (1 Setembro 2015): até ao fecho do mercado Alex Sandro deixou o FC Porto rumo à Juventus, sendo substituído pelo mexicano Miguel Layún, que chega por empréstimo do Watford. Não foi o único mexicano a ingressar no FC Porto. Da Holanda chegou Jesús Corona, para colmatar a vaga deixada por Quaresma.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Miran Pavlin às 22:00

Quinta-feira, 08.08.13

Benfica e o seu 11

Julho já passou, estamos a entrar a 1/3 de Agosto e ainda muitos dossiers estão para serem tratados, para não falar que daqui a 1 semana e pouco já começa os jogos a doer. A coisa é certa, o Benfica ainda não vendeu nenhum activo, só aqueles que jogavam pelo Benfica B.

 

Fazendo um esboço do 11, suplentes e os homens da tributa, vou-me fazer entender:

 

Guarda Redes : Artur

Defesas : Maxi, Luisão, Garay, Cortez

Médios : Enzo, Matic, Salvio, Gaitan

Avançados : Lima, Markovic


Suplentes (7) : Paulo Lopes, Silvio, Lisando Lopez, Djuricic, Ola John, André Almeida, Rodrigo (contando que temos que dar opções para todas as posições)

 

Tribuna : Cardozo, Sulejmani, Mirkovic, Steven Vitória, Urreta, Melgarejo, Jardel, Farina, Ruben Amorim, Carlos Martins, André Gomes, Djalo, Jara (mais familias, são só 100 ali a ver o jogo).

 

Eu nem coloco aqui Rui Fonte, os Irmãos Sérvios, Rojas, Luisinho nem a possibilidade Funes Mori.

 

A 23 dias do fecho do mercado, a 10 dias do inicio do campeonato, não terá o Benfica um plantel exageradamente grande? Para não falar de salários altíssimos e a dificuldade de os colocar no nosso campeonato a rodar. O Benfica pode ser um gigante adormecido, pode estar a crescer, mas este passo de ter 30 jogadores com possibilidade de jogar é um bocado exagerado para mim. Se as coisas correrem bem, BOM, se as coisas correm mal haverá muitos problemas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por SamuelOkunowo às 13:35

Sábado, 03.08.13

Cardozo - A novela

 

Nunca fui dos maiores fãs de Oscar Cardozo, mas a coisa certa é que durante estes anos de aguia ao peito, nunca houve ninguem que metesse mais golos que ele durante a época, isto contando com todas as competições. Lento, um pouco desastrado, incapacidade de segurar bolas, são alguns dos seus atributos, mas 30 golos por época podemos sempre contar, sejam eles de penalti ou de bola encostada, são sempre 30. 30 também é metade de 60, que é a clausula de rescisão do Tacuara, e metade de 30 são 15, que é o numero de milhões que o Benfica pretende por ele, mas como poderá o Benfica pedir 15 milhões por um jogador com 30 anos e que está a ser despachado do Benfica de uma maneira quase inumana? Se eu tivesse interesse no Cardozo, sabendo da situação dele, deixaria as coisas irem até aos ultimos dias, a ver se o Benfica o despachava por meia duzia de milhões.

 

O Benfica tem três soluções :

 

1 - Dar o Controlo do Benfica ao Sr. Jorge Jesus, já que perdemos 8 milhões com o Roberto, podemos também perder uns valentes devido à mania deste.

 

2 - Incorporar o Cardozo, acabar por jogar com ele e tirar minutos ao Lima, Markovic, Rodrigo e também ao Djuricic (afinal só entram 11 em campo)

 

3 - Incorporar o Cardozo e não jogar com ele, pagar um salário chorudo e ver o preço de mercado deste diminuir.

 

Não acredito que o Benfica consiga 15 milhões com Cardozo, nem 10 acredito sinceramente. Vamos ver como isto acaba.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por SamuelOkunowo às 15:02

Segunda-feira, 08.07.13

Corpo do Plantel - Benfica

 

Recheado ou não recheado eis a questão? Não estou a falar de bolas de Berlim, mas sim das posições em campo do Benfica. Tenho que admitir que há zonas do campo onde soluções não faltam, mas será que temos o plantel equilibrado? Será que teremos que gastar mais uns trocos de forma a adquirir algumas peças que possam ser importantes? É gritante ainda a falta de solução no meio campo defensivo, Matic é máquina, mas toda a máquina precisa de manutenção de vez em quando.

 

Guarda-Redes: Artur | Paulo Lopes | Jan Oblak | Mika

 

Continuo a achar que Artur será a melhor solução, e não tendo só memória curta e relembrando algumas falhas no final do ano passado, tenho a certeza que ele continuará a dar pontos ao Benfica. Se este decidir sair, apostava em Jan Oblak, se assim não for o caso seria bom ver Jan Oblak mais um ano emprestado a ganhar confiança e ritmo.

 

Defesa-Direito: Maxi Pereira | André Almeida | Ruben Amorim 

 

Considero o duo Maxi / André Almeida suficientemente bom para que o lado direito nunca comprometa. Se houver lesão de algum, teremos sempre Ruben Amorim como uma solução minimamente válida.... Será sempre melhor que Miguel Vitor.

 

Defesa-Esquerdo: ?Sílvio? | Melgarejo | André Almeida

 

Ainda não vi o Sílvio com a camisola vermelha, por isso os ???, mas contando que ele vem, posso achar que temos uma solução aceitável do lado esquerdo. Acredito que Melgarejo venha melhor este ano, mas ainda precisa de melhorar um pouco no seu posicionamento táctico. No entanto, ainda acho que há muito a melhorar deste lado.

 

Defesa-Central: ?Garay? | Luisão | Lisandro Lopez | Steven Vitória | Mitrovic | Jardel

 

Certamente Garay sairá das minhas contas brevemente, seria difícil de explicar o exagerado número de compras para o miolo da defesa se Garay não fosse sair. É possível que LL seja a primeira escolha para acompanhar Luisão na defesa, nem que seja pelos valores gastos na sua contratação. Curioso para ver Mitrovic e Steven deverá ter algumas possibilidades ao longo da época.

 

Médio Defensivo: Matic | Ruben Amorim | André Almeida

 

Matic é o único puro médio defensivo do Benfica, mas mesmo essa pureza é questionável, a coisa é certa, para o nosso campeonato ele é deveras fabuloso naquela posição. As outras duas alternativas são para cumprir serviços mínimos. Uma posição a melhorar.

 

Médio Centro: Enzo Perez | Ruben Amorim | André Gomes | Djuricic

 

Enzo foi uma das surpresas da época 2012/2013, um jogador adaptado que nos deu a possibilidade de tentar esquecer Witsel de certa forma, eu não esperava tão grande rendimento de sua parte. É bom ter de volta RA, acho que o ano passado nos fez um pouco de falta quando Enzo jogava a cada 3 dias, seria uma boa solução para alguns jogos. Espero ver André Gomes a subir na hierarquia este ano, o rapaz tem talento.

 

Médio Ofensivo: Đuričić | Sulejmani | Gaitan | Carlos Martins

 

Acho que um destes dois sérvios ficará com a batuta de médio ofensivo se assim o Benfica jogar. Tenho receio, um bom receio, que um destes dois comece a jogar de forma fabulosa e obrigue, como Witsel obrigou, a que o sistema táctico passe muitas vezes pelo 4-5-1. Gaitan continua a ser uma boa solução para este lugar, apesar da sua melhor posição ser na esquerda. Carlos Martins já podia era ir jogar para outros lados, não é jogador para o Benfica.

 

Médio Direito: Sálvio | Sulejmani |Markovic | Gaitan

 

Este lado é de Sálvio, impossível vê-lo fora dele, mas apesar disso será bom ter alguém de qualidade semelhante do mesmo lado. Sulejmani já jogou no lado direito, mas é esquerdino, o que faz dele uma solução diferente do lado direito.

 

Médio Esquerdo: Gaitan | Ola John |Urreta

 

Foi mais ou menos assim a dinâmica do ano passado, não correu mal por isso espero que este ano ainda seja melhor e que o Ola John consiga ter um rendimento mais regular durante a época inteira.

 

Avançado: Lima | ?Cardoso? | Rodrigo | Markovic | Nelson Oliveira

 

Lima é sem dúvida, para mim, essencial. Não só pelos golos que marcou, mas pelo futebol que cria, consigo enquadra-lo num futebol mais rápido e num futebol mais pausado. Cardoso deverá sair, nunca gostei muito do que ele oferecia à equipa para além dos seus 30 golos anuais, mas a coisa é certa, são 30 golos… Para combater isso, acredito que este ano será o ano de Rodrigo, um ano que ele pense em se impor no Benfica e não um ano que ele pense que por meter 20 golos vai conseguir chamar “grandes clubes” para lhe dar um maior pay-day. Markovic, ainda tenho que o meter nesta posição, espero para ver. Nelson Oliveira, um empréstimo ao Rio Ave ou ao Arouca não lhe fazia mal nenhum, o seu Ego é superior ao jogador que é neste momento.

 

Em suma, tirando o assunto médio defensivo e defesa esquerdo, acho que temos boas soluções para ganhar alguma coisinha de importante este ano.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por SamuelOkunowo às 08:42

Domingo, 07.07.13

Pré-época - Novelas do Sporting

 

Foram já muitas as novelas à volta do Sporting desde que a época acabou. Aliás, até houve uma que começou antes disso: a continuação do Prof. Jesualdo. Pois é, o homem era a pessoa ideal para continuar o projecto, porque tinha feito um grande trabalho nos meses anteriores etc. Discordo. Fez os mínimos, o trabalho possível no meio do caos. Todos os sportinguistas lhe estão gratos pelo trabalho que desenvolveu mas ficamos por aí. Isto é, recuso a acreditar que o Prof. Jesualdo era a única pessoa capaz de fazer um bom trabalho em 2013/14. Até porque o Prof. não tem nem nunca teve um estilo de futebol que entusiasmasse. Portanto, é óbvio que o Sporting não iria renovar com o Prof. fosse qual fosse o preço. Quanto à solução arranjada será assunto para outro post.


Depois as despensas e as renovações. Se há algo que é unânime é a opinião sobre a gestão do Eng. Godinho Lopes. Sempre me pareceu um indivíduo com boas intenções, mas que infelizmente não percebia patavina sobre futebol. Rodeou-se dos maiores craques no assunto (Duque & Freitas) mas deixou-se facilmente manietar e embarcar em negócios que interessaram apenas a quem recebeu comissões e nunca ao Sporting. Infelizmente os problemas não acabaram com a saída do Eng. Godinho, muito pelo contrário. A herança é pesada e a situação grave. Evitando falar dos negócios verdadeiramente ruinosos, como a "compra" do Miguel Lopes (ao que parece já muito próximo de seguir viagem para França), a colecção de internacionais na casa dos 30 com ordenados chorudos é o grande problema deste defeso. Mesmo sendo apreciador das qualidades do Onyewu (e de ter uma certa pena que ele não continue na equipa), creio que este é mesmo o maior desafio do Inácio para este verão: despachar estes activos sem os desbaratar, fazendo com que o Sporting perca o menos dinheiro possível e se possível ainda consiga sacar algum.


Outro dossier que transita da direcção anterior é o da renovação de contratos, de uma série de jovens que em condições normais teriam feito uma boa época na equipa B. Mas com o caos da época passada, tiveram de ser usados na equipa A onde não deram muito má conta do recado. Os casos bicudos são os de Tiago Ilori e Bruma. Infelizmente há muitos anos que o futebol é mais negócio do que paixão e há muito que o futebol está rodeado de parasitas que tentam sacar para si uma boa fatia do dinheiro que circula entre clubes e jogadores. Neste caso particular os jovens Ilori e Bruma serão feitos exemplos para o futuro, para o bem ou para o mal. Porque com Bruno de Carvalho parece-me que só existem dois cenários possíveis: ou renovam pelos valores que o Sporting quer e continuam a jogar regularmente no Sporting, beneficiando da exposição que o clube dá e da carência de jogadores que existe neste momento para se afirmarem ou.... encostam às boxes até terminar o contrato e depois logo se vê. Há uma coisa que eles tem de perceber: há uma grande diferença entre chegar a um Chelsea tendo custado 15 milhões ou vindo a custo zero. Pode parecer que as oportunidades são as mesmas mas não são. Um jogador de 15 milhões é um investimento avultado que tem de ser acarinhado e protegido, para poder ser rentabilizado. Um jogador que chega a custo zero é só mais um... que ao primeiro erro se arrisca a ir parar à bolsa de emprestados. Há excepções como em tudo na vida, mas há que ter juízo. Pessoalmente, com um cenário ou outro, os interesses do Sporting serão sempre salvaguardados, porque os que vierem a seguir perceberão que as coisas são como são. Não são como os empresários, jornalistas ou demais parasitas querem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Kirovski às 12:41



Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Janeiro 2021

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31